sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Crítica: [REC] (2007)


"Aconteça o que acontecer,nunca pare de filmar"

Muito melhor que "Cloverfield - Monstro",[REC] mostra que o bom cinema não está só em Hollywood.

Por Bárbara

Quando "A Bruxa de Blair " estreou nos cinemas , em 1999 gerou uma grande polêmica em torno do filme. Muitas pessoas acreditavam que "as imagens encontradas num bosque aos arredores de Maryland", onde três jovens cineastas desapareceram, eram de fato verdadeiras.

A campanha de marketing foi simples, mas eficiente. Então o filme se tornou um sucesso de público e crítica. Quase 10 anos depois, estreava nos cinemas, com uma campanha de marketing parecida, "Cloverfield - Monstro". Fruto do criador de Lost e Alias, J.J Abrams,o longa nos apresenta a história de um grupo de amigos que vivem em Nova York, atacada por um monstro gigante de origem desconhecida.Também foi um sucesso de público e crítica, mas não tanto quanto "A Bruxa de Blair".

O que esses filmes têm em comum com [REC]??? Na minha opinião leiga, somente o formato handcam,ou seja, câmera na mão. Sacudidas, quedas e "treme-treme" de causar náuseas, num objetivo de passar uma pseudo-realidade. Bom,para mim, Cloverfield ia bem até um certo momento, aproximadamente na metade do filme quando tudo foi por água abaixo. Principalmente o final ridículo. Bateria que nunca acaba, ponte que cai em cima da câmera e ela não quebra,cara que invés de sair correndo e largar a câmera prefere ficar filmando o tal monstro...nada isso pra mim é real.

Mesmo se tratando de ficção,há um certo limite, para o espectador não se sentir feito de idiota, como eu me senti quando saí do cinema depois de assistir Cloverfield. Não assisti "A Bruxa de Blair", mas pelos trechos que vi pela televisão e pelo Youtube, parece ser mais real e aterrorizante,sem todos aqueles efeitos visuais de Cloverfield, que só comprometem o resultado final do filme. Ou seja,uma pseudo-realidade. Mas o melhor estaria por vir , e em 2008 veio [REC], para salvar o ano que foi marcado de péssimos filmes "de terror".

Com um roteiro simples, embora em alguns momentos derrapa um pouco, [REC] é com certeza a mais aterrorizante experiência da minha vida ( até agora ). Mesmo com uma introdução entediante,[REC] é correria, desespero, aflição e claustrofobia constante.Toda a equipe está de parabéns, desde os diretores e roteiristas Jaume Balagueró e Paco Plaza passando pela ótima Manuela Velasco como a protagonista Angela Vidal, até o responsável pela maquiagem.[REC] nos passa medo sem apelar para efeitos especiais, grandes nomes no elenco e etc. Nos mostra que um bom cinema não está só em Hollywood.

Agora, só nos resta esperar pelo remake americano de [REC], intitulado "Quarentena"...para vermos se pelo menos chega aos pés do original.Como os americanos gostam de roubar as idéias dos outros.

NOTA: 10

Um comentário:

  1. Nooossaaaa...esse filme realmente eh mto bom!!!
    mto melhor q cloverfield...

    nunca senti tanto medo em um filme de terror como este!!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário #NuncaTePediNada