quinta-feira, 5 de março de 2009

Crítica: Quem Quer Ser um Milionário?

Amanha, 06 de março, é a estréia oficial de Quem Quer Ser um Milionário?, filme de Danny Boyle ganhador de 8 Oscars, incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor. O filme ainda ganhou os principais prêmios no Globo de Ouro e no Bafta. Resumindo, é o filme do ano, e felizmente, ele merece esse título.

por Fernando

Quem Quer Ser um Milionário? conta a saga de Jamal Malik, um morador da favela de Munbai na Índia que conquistou em um pragrama de Tv o seu grande estrelato, mas não é sobre fama, e sim sobre a busca de uma vida melhor e mais do que isso, a busca pelo grande amor de sua vida.

O filme se inicia quando Jamal está prestes a responder a última pergunta do programa Quem Quer Ser um Milionário?, um grande sucesso da Tv onde ele decide participar. No auge do programa ele vai embora para voltar no próximo dia para responder a pergunta que deixará ele milionário!! Mas nesse intervalo, ele é raptado, pois todos acreditam que Jamal está trapaciando, logo que ele é um favelado e, como pode um morador da favela conseguir responder todas as perguntas? E através de torturas, dois capangas retiram a verdade de Jamal para descobrir como ele sabia de tudo e como ele foi parar ali. A partir de então, conhemos sua grande jornada, pois foi através de toda sua experiência de vida que ele encontrou as respostas para as perguntas feitas.

Tudo começa com ele criança morando na favela com seu irmão Salim, sua mãe morre em um conflito de caça aos moradores muçulmanos, a partir disso, eles são obrigados a ficar sozinhos e a tentar sobreviver de todas as formas, no meio da violênicia, da miséria e do caos da favela, onde a vida é limitada, ninguém consegue ser grande se não jogar sujo. Nessa correria, eles conhecem Latika, uma garota que assim como eles, perdeu a família. Os três se unem e vão parar uma suposta escola de música feita por moradores carentes, mas logo eles percebem que tudo aquilo era uma armação, feita por bandidos da pior espécie e viciados em drogas em busca de dinheiro fácil através das pobres crianças. Eles, mais uma vez fogem, mas Latika não consegue e é raptada novamente.

A partir de então, a vida de todos mudam. Eles crecem, se tornam pessoas espertas e acostumadas com a malícia da favela. Salim, por outro lado, entende mais que Jamal que para vencer ali é preciso mais, e começa a se infiltrar no tráfico e a se envolver com bandidos, pois essa, para ele, era a única maneira de ganhar dinheiro e vencer na vida. Salim, por sua vez, sempre acreditou na bondade e que conseguiria vencer no trabalho limpo. Ele faz de tudo, trabalha em restaurantes, como auxiliar de turismo e enfilm acaba como um entregador de chá em uma companhia de telemarketing. Mas com tudo isso, ele sempre teve algo a mais em mente, Latika.

Ele, então, vai atrás da garota perdida. Ele a encontra se prostituindo com os mesmos bandidos do ínicio, mas ele, com a ajuda de Salim a salva. Ele acaba se envolvendo demais com ela, e entre encontros e desencontros de suas vidas, altos e baixos, entre a violência e o tráfico, eles vão se perdendo, vão se encontrando, vão se apaixonando.

Tudo dá errado para os dois, como se o destino tivesse escrito que eles nunca ficariam juntos, mas Jamal nunca desiste de encontrá-la. E foi por Latika que ele resolveu participar de Quem Quer Ser um Milionário?, pois ele sabia que ela veria o programa e assim que ela o assistisse, ela iria encontrá-lo. Era sua única chance de viver um grande amor, o amor que ele sempre sonhou, mesmo diante de tantas dificuldades.

Jamal em sua jornada para a felicidade e melhoria de vida, acaba vivenciando tudo o que é possível e impossível, uma história jamais contada, experiências jamais vividas. E em cada momento que viveu, ele busca em suas lembranças mais rotineiras as respostas mais inusitas.

Quem Quer Ser Um Milionário? é um filme todo rodado na Índia, completamente fora dos padrões Hollywoodianos, totalmente original. É um filme para ser lembrado.

Danny Boyle fez seu melhor trabalho como diretor, é uma obra prima, fora dos padrões, mais uma vez, do que se chama de um filme clássico, pois é isso o que ele é. É um drama, repleto de situações engraçadas em uma bela história de amor. É divertido, original, dinâmico, brilhante, empolgante, ousado, romântico, emocionante, criativo, excitante, inspirador.

Um dos melhores filmes que vi em minha vida e olha que já foram muitos. Com certeza, mereceu suas premiações. Sua trilha sonora é invejável e assim como o filme, original e empolgante. Fotografia marcante e cenas magistralmente editadas. Músicas memoráveis com direito a uma dança no final do longa.

Outro ponto positivo são os atores, completamente desconhecidos...até agora, pois depois desse filme eles têm tudo para serem um seucesso. Falo de Dev Patel que interpreta Jamal na adolescência e a bela Freida Pinto (que já está no novo projeto de Woody Allen) que interpreta delicadamente Latika, também na fase da adolescência. Anote esses nomes.

Mais do que recomendável, assista de qualquer maneira. Quem Quer Ser um Milionário? tem tudo para ser um grande sucesso, principalmente aqui no Brasil, tem um toque bem divertido e colorido que vai chamar a atenção dos brasileiros, tanto os intelectuais apaixonados por cinema, quanto os mais desligados na sétima arte.

Quem Quer Ser um Milionário? já é um clássico e dos mais inovadores. Excelente direção em uma excelente história. O melhor filme ganhador do Oscar desde Crash- No Limite, deixa Os Infiltrados de Martin Scorcese (que ganhou o prêmio como consolação de uma vida inteira tentando ganhar o Oscar) e Onde os Fracos Não têm Vez dos irmãos Cohen (que de melhor filme não tem nada) envergonhados. Entre tantos outros filmes que já ganharam mas que não mereciam, e se mereciam, nem eram tão bons assim. Mas Quem Quer Ser um Milionário? merece, é simplesmente perfeito. Assista para se divertir, se descontrair, não é mais um drama sobre política, desgraças e mortes tristes no final, é um filme alegre, inspirador, de deixar qualquer um feliz por ter acabado de ver uma grande história. É sobre a luta de uma pessoa para ser alguém na vida, atravessando os obstáculos que se tornavam pequenos diante de sua fé e vontade de vencer, e é claro, sobre a busca pelo amor, que não é preciso sorte, dinheiro ou malandragem para conquistar um amor verdadeiro. Destino é destino.

NOTA: 10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário #NuncaTePediNada