terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Retrospectiva 2015: Melhores Atrizes Coadjuvantes


Voltando a falar de atuações femininas no cinema de 2015, outras mulheres se destacaram bastante em papéis coadjuvantes. Faço agora o TOP 15 com as melhores do ano.

por Fernando Labanca



10. Marion Cotillard
(Macbeth - Ambição e Guerra)

Diamond Films
Cotillard interpreta Lady Macbeth, nesta deslumbrante adaptação de Shakespeare e sob direção Justin Kurzel, uma mulher forte e manipuladora, que influencia as ações de seu marido. Em certo momento da obra, a atriz realiza um belíssimo monólogo, que arrepia de tão profundo, de tão incrível. Foi neste instante que tive a certeza de que ela era uma das grandes coadjuvantes do ano.




09. Annette Bening
(Não Olhe Para Trás)

Imagem Filmes
Uma das personagens mais adoráveis de 2015, foi impossível não manter um sorriso largo no rosto toda vez que ela surgia na tela. A química entre a veterana atriz com Al Pacino, na dramédia "Não Olhe Para Trás", foi uma das coisas mais gostosas da obra. Muito espontânea e divertida, fazia anos em que Bening não ficava tão a vontade em cena. Foi bom de ver.




08. Melissa McCarthy
(Um Santo Vizinho)

Paris Filmes
Foi um ano bom para a atriz Melissa McCarthy. Estrela da comédia "Spy", no qual se saiu muito bem, a atriz mostrou em 2015 um lado que desconhecíamos, em um papel menos debochado e menos caricato. Justamente por isso a coloco aqui, porque sua participação na comédia "Um Santo Vizinho" me lembrou do quão boa atriz ela é, por trás dos exageros de Hollywood, existe um potencial enorme ali e que poucas vezes foi aproveitado. Ela, surpreendentemente, me emocionou com sua personagem, a mãe que precisa fazer horas extras para sustentar o pequeno filho e não tem tempo para ficar com ele. Uma personagem menor, mas que ela fez com muita honestidade.





07. Katherine Waterston
(Vício Inerente)

Warner Bros.
"Vício Inerente" de Paul Thomas Anderson, reuniu na tela um excelente elenco. Dentre tantos nomes famosos, a atriz, que até então desconhecia, Katherine Waterston se destaca com sua Shasta Fay, que enlouquece o personagem de Joaquin Phoenix. Misteriosa, sensual e com seu delicioso sotaque, parece uma daquelas atrizes antigas, tão incríveis quanto charmosas. Sua participação nesta louca comédia é simplesmente hipnotizante, definitivamente, um nome a se prestar mais atenção.




06. Maggie Gyllenhaal
(Frank)

Europa Filmes
"Frank" é um filme bizarro e tudo que o compõe é igualmente bizarro. Maggie Gyllenhaal compreendeu a loucura da obra e mesmo com pouquíssimas falas, no qual se mantém muda durante quase toda a trama, conseguiu dizer e se expressar muito. Essa é a beleza de seu trabalho, foi incrível vê-la em cena, foi expressivo, inspirador, foi forte, mesmo com tão pouco em mãos.




05. Keira Knightley
(O Jogo da Imitação)

Diamond Films
Mais um excelente filme na filmografia de Keira Knightley, "O Jogo da Imitação" deu a chance para a atriz, que geralmente é colocada como protagonista, realizar um trabalho marcante como coadjuvante, em uma participação menor, mas muito bem explorada por ela. Ao lado de Benedict Cumberbatch, Keira realiza belíssima cenas, principalmente na parte final, quando mostra seu grande potencial dramático.




04. Naomi Watts
(Birdman ou A Inesperada Virtude da Ignirância)

Fox Filmes
Naomi também se destacou em 2015. Conseguiu uma grana com "Insurgente", e ainda revelou duas grandes interpretações, além de "Birdman", na comédia "Um Santo Vizinho" fazendo uma prostituta sueca. Na produção de Alejando González-Iñárritu, Naomi Watts interpreta uma atriz que passa por algumas crises. "Birdman" foi a chance de ouro para todos os atores envolvidos e Watts aproveitou e mostrou o seu melhor, se destacando no meio de tantos profissionais incríveis.




03. Emma Stone
(Birdman ou A Inesperada Virtude da Ignirância)

Fox Filmes
Outra atriz que se destacou em "Birdman" foi Emma Stone. Uma das atuações mais surpreendentes de 2015, Stone mostrou um lado que todos desconheciam, um potencial muito forte, um talento até então, muito contido em todas as comédias que já havia protagonizado. O texto de sua personagem é fantástico e ao lado de Michael Keaton realiza sequências memoráveis.




02. Jessica Chastain
(O Ano Mais Violento)

Paris Filmes
Uma das coadjuvantes mais fortes que tivemos no ano, sem dúvida, foi Anna Morales, incrivelmente interpretada por Jessica Chastain. Não há muito o que dizer, foi um show, um espetáculo a parte nesta belíssima obra de J.C.Chandor. Tudo na obra funciona e Jessica só faz do filme ser ainda melhor do que já é. Uma personagem ambígua, misteriosa, manipuladora e a atriz constrói muito bem todas essas nuances na tela. Vale lembrar, também, que ela fez outra grande coadjuvante este ano, no suspense de Guillermo Del Toro, "A Colina Escarlate". 




01. Alicia Vikander
(Ex_Machina - Instinto Artificial)

Universal Pictures
Uma das melhores atuações femininas que tivemos em 2015, fato. Grande revelação do cinema recente, Alicia Vikander fez participações em diversos filmes como "O Agente da U.N.C.L.E", "Pegando Fogo" e "O Sétimo Filho", mas foi no longa independente dirigido por Alex Garland, "Ex_Machina" que ela mostrou todo o seu potencial e provou o porquê ela ser um dos nomes mais promissores de Hollywood. Foi incrível, lindo, fantástico tudo o que Vikander faz em cena, é uma personagem difícil, um robô com inteligencia artificial que aos poucos vai ganhando características cada vez mais humanas. As chances de ficar ruim eram enormes, mas ela surpreendeu, foi além e construiu uma das personagens mais marcantes do ano.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário #NuncaTePediNada