sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Os Melhores da Década - Suspense/Terror


Voltando com os especiais "Melhores da Década", desta vez o foco são os filmes de terror/ suspense, não que sejam um único estilo, mas sei que não farei dos melhores suspenses da década, até porque é um gênero complicado de definir e escolher, e todo terror tem lá sua dose de suspense, então vamos lá!

por Fernando Labanca

Analisando tudo o que ocorreu nestes últimos dez anos, realmente não é fácil selecionar os melhores, ainda assim tenho que admitir que foram lançadas muitas porcarias nos cinemas, e no meio de tanta coisa ruim, tentei encontrar aquelas obras que valeram a pena ver, não só porque deram sustus, mas porque eram simplesmente, bons filmes. Aliás, muitos veem grandes filmes de terror, como aqueles que assustam mais, como aqueles que dão mais medo, nunca acreditei nisto, claro que é sempre bom levar alguns sustos, mas o essencial é ter uma boa história, um propósito maior do que simplesmente impedir as pessoas de dormirem, ter bons atores também conta e muito, não deve ser fácil fazer um filme do gênero, é muito fácil fazer um longa de terror e falhar, isso ocorreu e muito dentre esses anos, mas vale relembrar o que houve de bom, seja uma boa direção, um bom elenco, um bom roteiro com boas sacadas.

Infelizmente nos últimos anos, terror acabou sendo assimilado com filmes nojentos, quanto mais sangue, melhor! Jogos Mortais e suas inúmeras sequências estão aí pra provar. Torturas e mais torturas, não, definitivamente, isto não é terror! Falando em Jogos Mortais, a década também fora marcada por sequências desnecessárias, como "Premonição" (que chegou no 5 recentemente), o retorno de Freddy Krueger, Jason e Michael Meyers, que não fizeram nada de qualidade, retornaram por dinheiro mesmo e falharam. Até mesmo "O Exorcista" teve sequência! Refilmagens também tiveram grande peso, mas nada inovaram, como "O Massacre da Serra Elétrica", "Viagem Maldita", "A Profecia", "Horror em Amityville" e "Madrugada dos Mortos" também houve casos como "O Chamado" e "O Grito", refilmagem de filmes japoneses, que aliás, houveram muitos. Algo que virou "modinha" também foram os falsos documentários como "REC" e "Atividade Paranormal", que fizeram bastante sucesso.

Menções honrosas: Abismo do Medo (2005), O Amigo Oculto (2005), Arrasta-me Para o Inferno (2009), Jogos Mortais (2004)

vamos ao TOP 15....


15º. O Quarto do Pânico (Panic Room, 2002)
de David Fincher / EUA


Jodie Foster encara a mãe superprotetora de Kristen Stewart neste grande projeto de David Fincher. As duas, recém chegadas em uma mansão, com inúmeros cômodos e um quarto do pânico, com portas blindadas e segurança máxima, feito para situações de perigo, o que elas não esperavam é que teriam que usá-lo não muito tempo depois da mudança, logo que a casa é invadida por três homens. Poderia ser um filme bem simples, mas o roteiro bastante original nos surpreende a cada minuto, onde vários acontecimentos inesperados surgem, reviravoltas e boas sacadas, com direito a cenas finais de tirar o fôlego! Também vale pela ótima atuação de Foster, vemos ainda boas performances de Kristen Stewart, Forrest Whitaker e Jared Leto, além, é claro, da ótima direção de Fincher, que aliás, não chega a ser tão impactante quanto seus outros projetos, mas ainda assim é um ótimo filme.



14º. Sinais (Signs, 2002)
de M.Night Shyamalan / EUA


Bom, sou um fã admitido de Shyamalan, sei que nem sempre ele acerta por completo, mas quando ele acerta, faz filmes memoráveis, é o caso de "Sinais". Também confesso que gosto de Et's, não sei porque, mas esta temática sempre me chama a atenção e quando bem pensada gera bons projetos, e este filme sem sombra de dúvida foi o que mais gostei! Vemos Graham (Mel Gibson), um homem desacreditado na vida que perdera a esposa, tem a difícil missão de cuidar dos filhos pequenos, por sorte, conta sempre com a ajuda de seu irmão, Merrill (Joaquin Phoenix). Até que estranhas imagens, misteriosamente, começam a surgir em sua plantação, formando símbolos, não muito tempo depois, percebem que não estão sózinhos naquele lugar. Surpreendente, um suspense fantástico que prende a atenção desde os primeiros minutos, um roteiro esperto que sabe guiar o mistério. "Sinais" tem uma ótima história e usando a premissa "nada acontece por acaso, tudo tem um propósito maior" o filme atinge momentos de inteligência, enfim, ótimas sacadas, final incrível, e vale destacar as atuações de Mel Gibson e Joaquin Phoenix, digna de palmas.



13º. Na Companhia do Medo (Gothika, 2003)
de Matthieu Kassovitz / EUA


Um daqueles filmes que você lê a sinopse, vê a capa, e finge que não vê, que poucas pessoas viram e poucas comentaram sobre. Chegou do nada nos cinemas e logo fora esquecido, o que é uma pena, trata-se de um ótimo filme de terror. Halle Berry vive uma psiquiatra que depois de um incidente certa noite, perde a consciência e quando acorda, descobre estar internada como deficiente mental exatamente onde trabalhava, sem saber o que houve e o porquê de estar ali. Até que descobre que matou seu próprio marido e o pior, está sendo perseguida por espíritos do mal nos corredores da clínica que tentam de alguma forma se comunicar com ela. Incrível, a história prende bastante a atenção, há ótimos personagens, e os acontecimentos são surpreendentes, cheios de bom suspense e inteligência. O filme ainda conta com coadjuvantes de peso como Robert Downey Jr. e Penélope Cruz. Ah! E o final é ótimo, grande sacada!



12º. Extermínio 2 (28 Weeks Later, 2007)
de Juan Carlos Fresnadillo / Inglaterra


Grande terror britânico, que mistura ficção ciêntífica e drama, continuação do aclamado filme de Danny Boyle de 2002. Como o título original já diz, a história se passa 28 semanas depois dos acontecimentos do primeiro, onde um vírus se espalha, transformando as pessoas em terríveis zumbís sedentos por sangue. Aqui, o caos se acalma, os sobreviventes são levados para um distrito, construído pelo governo afim de restaurar a vida e paz no local, é neste evento que uma família se reúne novamente, o pai (Robert Carlyle) e seus dois filhos, o problema que sua esposa fora assassinada pelos zumbís e ele permitiu tal acontecimento, vivendo assim assombrado de culpa e levando consigo o vírus, que aos poucos vai tomando conta dele e o transformando num monstro e graçás a sua presença, o caos retorna. Os dois irmãos fogem pela sobrevivência, é onde encontram um grupo de sobreviventes tentando escapar do distrito. Não é tão bom quanto o primeiro, mas ainda assim é uma obra fantástica, a direção é primorosa, a maneira como Fresnadillo captura as imagens é genial, as cenas de fuga, de ação, são feitas com extremo capricho, ajudado pela ótima maquiagem, trilha sonora e a bela fotografia. Um filme de terror completo, capaz de assustar e nos envolver com uma ótima história. O "Extermínio 2" também conta com Rose Byrne e Jeremy Renner no elenco.



11º. Espíritos - A Morte Está ao Seu Lado (Shutter, 2004)
de Banjong Pisanthanakun, Parkpoom Wongpoom / Tailândia


Um casal de fotógrafos atropelam um pedestre e fogem, ignorando tal acontecimento, tentam retomar suas vidas, até que percebem que isso não seria tão fácil, logo que estranhas figuras passam a surgir em suas fotos, é então que vão atrás de estudos que revelam tal fenômeno, descobrindo então que se trata de espíritos tentando algum contato. Paralelamente, alguns de seus amigos passam a morrer misteriosamente. Na mesma linha de "O Grito", fora lançado justamente quando o terror oriental fazia sucesso, o grande diferencial deste é que ele é bom. Uma história básica, mas consegue chegar ao seu objetivo: assustar, um dos poucos filmes de terror que realmente deu medo nesta década, o que dizer de seu final? Além de surpreendente, de deixar qualquer um de boca aberta, ele trás um final extremamente assustador, de ficar na memória durante muitos dias. Enfim, espíritos é um tema muito tratado em filmes do gênero, mas poucos conseguiram alcançar tal êxito.



10º. Identidade (Identity, 2003)
de James Mangold / EUA


Uma pequena obra-prima do cinema norte-americano, um terror psicológico cheio de bons diálogos, cenas de tirar o fôlego e uma riqueza de detalhes para ninguém por defeito. Devido a uma forte tempestade, várias pessoas são obrigadas a se instalarem em um hotel de beira de estrada, pessoas de vários cantos, cada um com sua personalidade, tudo vai bem até a chegada de um policial (Ray Liotta) e um prisioneiro que estraga a paz do local, piora ainda mais quando este suposto assassino desaparece, não muito tempo depois, cada pessoa ali hospedada vai sendo assassinada, é quando todos percebem estarem presos e passam a questionar sobre suas vidas e o que há de comum entre eles, logo que aquele encontro não se tratava de uma mera surpresa do destino. O longa conta astros como John Cusack, a belíssima Amanda Peet, além de Clea DuVall e Alfred Molina. Filme para se ver mais de uma vez, é complexo, cheio de detalhes, seu final deixa dúvidas, mas depois de algumas reflexões passa a fazer sentido. O cinema utilizando seu melhor recurso, a reflexão, poucos filmes do gênero ousaram fugir da linha de conforto, da linha do aceitável pelo público, James Mangold mandou muito bem neste poderoso projeto.



09º. Jogos Mortais II (Jigsaw 2)
de Darren Lynn Bousman / EUA



Cheguei a comentar na introdução a minha frustração pelas continuações desnecessárias, sim, Jogos Mortais faz parte deste grupo, mas antes de se tornar filme pra vender descaradamente, houve um momento de inteligência, isto se resume ao primeiro e segundo filme, muitos indicam o primeiro como o melhor, mas sempre vi a segunda parte como o ápice da saga. Fiquei muito tempo parado sentado no sofá ao término do filme, tentando compreender o que eu acabava de ver, não acreditava, não só pelo grandioso final, mas pelo filme inteiro mesmo, me surpreendeu e muito, mais do que eu esperava. O longa mostra mais um jogo de Jigsaw, o assassino dos enigmas afim de mostrar o valor a vida a suas vitimas, desta vez, o plano é muito maior, ele reúne várias pessoas numa casa, com veneno e elas só precisariam do antídoto para sobreviverem, o problema é que para isso, talvez elas tivessem que matar umas as outras. Enquanto isso, um policial e pai ausente que investiga o caso, descobre que seu filho está no meio daquelas pessoas. Um ótimo terror, cheio de reviravoltas, há aqueles momentos de tortura e agonia, característica da saga, mas há inteligência, ótimas sacadas e mais uma vez, um dos melhores finais do gênero nesta década.



08º. A Órfã (Orphan, 2009)
de Jaume Collet-Serra / Canadá, França, Alemanha, EUA


Um casal vivido por Vera Farmiga e Peter Sarsgaard vai atrás de uma criança para adotar, logo que perderam um filho recentemente (e devido a isso a esposa visita uma psicóloga frequentemente). Sendo um filme de terror, já dá até pra imaginar o que aconteceria, sim, a menina adotada vira a vida da família num inferno, tem atitudes estranhas e mortes misteriosas começam a apontá-la como a assassina, o pior era que a única pessoa que enxergava isso era a "mãe" que era acusada de ter recentes problemas mentais. É um daqueles filmes que desde o início apontam para o óbvio, é então que vem a surpresa e o transformam num dos melhores da década neste gênero, não só o final fantástico e super original, mas toda uma série de acontecimentos antes dele, além de interessantes, nos fazem sentir medo, agonia, e muita raiva, desta incrível personagem chamada Esther, a órfã. Me surpreendeu pois achei que seria mais do mesmo, mas não, é uma obra de terror bem feita, roteiro bem desenvolvido e muito bem finalizado, destaque para perfeita performance de Vera Farmiga.



07º. [REC] ([REC], 2007)
de Jaume Belagueró e Paco Plaza / Espanha


Ángela Vidal é uma repórter de um programa de variedades da madrugada, eis que em certa matéria, ela mostra a rotina dos bombeiros, o que ela não esperava é que eles entram em ação quando em um apartamento, vizinhos se assustam com os gritos de uma mulher, é então, que essa se mostra diferente de um ser normal, uma espécie de zumbi capaz de matar violentamente por sangue, até que todos percebem que era contagioso, e logo os moradores do local passam a se transformar em estranhas e medonhas figuras, não demorando muito até que o apartamento ficasse em quarentena, deixando os sobreviventes presos, inclusive Ángela e seu inseparável cinegrafista. Uma surpresa, uma grata surpresa. Ninguém havia comentado, ninguém esperava que esta obra chegaria, ficou conhecido por boca-a-boca quando chegou tímido aos cinemas e não demorou muito para ser aclamado. Um dos poucos filmes que me fizeram sentir medo de verdade, um dos poucos que fez fechar os olhos para não ver. A história é básica, mas o modo como ela é guiada é fantástica, nos prende facilmente, as cenas são repletas de bons sustos, e os personagens são bem desenvolvidos, caso raro no gênero. Um filme que marcou o terror nesta década, não poderia ter ficado de fora.



06º. O Orfanato (El Orfanato, 2007)
de Juan Antonio Bayona/ México, Espanha


Conhecemos Laura (Belén Rueda) que retorna 30 anos depois ao orfanato no qual foi criada afim de restaurá-lo, ao lado do marido e de seu pequeno filho, mas ao retornar fortes lembranças voltam a sua mente ao mesmo tempo em que seu filho passa a criar amigos imaginários e a ter estranhas atitudes, é então que ela percebe que o local ainda é habitado. Visualmente belo, "O Orfanato" mostra o poder do cinema mexicano, tem uma história poderosa, cheia de bons detalhes e um final surpreendente, é repleto de boas cenas e sabe lidar tanto com o suspense que é bem amarrado, quanto ao drama que nos emociona. Um filme fantástico que me pegou de surpresa e olhando para trás vejo com toda a certeza de ser um dos melhores que surgiu.


05º. O Hospedeiro (Gwoemul, 2006)
de Bong Joon-Ho / Japão, Coréia do Sul


Mais uma surpresa no gênero foi "O Hospedeiro", filme japonês que possui uma interessante história, ótimos personagens e até mesmo bons efeitos especiais. Pesquisadores norte-americanos acabam descartando certo material tóxico num lago. Neste mesmo lago, surge um terrível monstro decidido a botar o terror, neste local, trabalhava uma família, onde um irresponsável pai acaba perdendo de vista sua filha no momento do ataque, nisso, o governo depois de pesquisas descobre que o monstro é na verdade um hospedeiro de um vírus contagioso, é quando que a família, o avô, o pai e seus dois irmãos, passa a ser seguida para permanecerem em quarentena logo que tiveram contato com a criatura, mas eles decidem fugir até mesmo para reencontrarem e menina perdida. Uma ficção ciêntífica bem elaborada, de deixar qualquer obra norte-americana humilhada, rende bons sustos, mas aqui a história é o grande destaque e a maneira como ela é guiada e a meneira como estes grandes personagens vão sendo desenvolvidos, elementos raros no gênero. Uma obra que sabe usar do bom humor para ser irônica e bastante crítica, nos faz acreditar no inacreditável durante os minutos de projeção, isso graçás ao realismo como a trama é tratada. Enfim, um filme de terror que não surpreende pelo grande filnal, mas sim pela sua qualidade.



04º. A Vila (The Village, 2004)
de M.Night Shyamalan/ EUA


Uma vila perdida no tempo, pessoas que vivem com medo e moram cercadas por um bosque no qual os mais velhos fazem questão de espalhar certas lendas, como o fato daquele bosque ter a presença de cristuras do mal, criaturas cujo o nome não deve ser pronunciado, local onde nenhum morador deve ter a ousadia de atravessá-lo. Até que após um acidente, causando ferimento em dos moradores, Ivy (Bryce Dallas Howard) que era apaixonada por ele, decide enfrentar o medo de todos e atravessar a floresta para buscar remédios na cidade além do limite da vila, o problema era que ela era cega, mas seu amor fala mais alto. Enfim, muitos não compreenderam a obra de Shyamalan, muitos, aliás, detestam, mas sempre o vi como uma obra grandiosa, o melhor trabalho do diretor depois de "O Sexto Sentido", emocionante, inteligente, ousado, com um final incrível que foge dos padrões e daquilo que as pessoas esperam de um filme de terror. Um filme que soube como poucos revelar a verdadeira sociedade norte-americana, aquela que vive com medo e aquela que não aceita os que vem de fora e finge não ver o que há além de seus limites. Destaque para as incríveis atuações de Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix e Adrien Brody, além é claro, da mente de Shyamalan que dirigiu e escreveu esse belíssimo filme.



03º Extermínio (28 Days Later, 2002)
de Danny Boyle / Inglaterra



Um grupo de ativistas liberam macacos que estavam sendo usados para uma pesquisa, o problema era que eles estavam infectados. 28 dias depois, Jim (Cillian Murphy) acorda em um hospital e o vê cercado do extremo vazio, levanta e anda pelas ruas e já não mais vê vida, é quando que é perseguido por seres sedentos por sangue, mas é salvo por dois estranhos, mas logo um deles morre e assim, Jim e a outra sobrevivente, Selena (Naomi Harris) continuam fugindo atrás de comida e outros sobreviventes, é então que encontram um pai e uma filha e juntos passam a migrar de lugar a lugar tentando se salvar desses zumbís, ao mesmo tempo em que descobrem sentimentos perdidos, como o amor, confiança e a sensação de ter uma família. Realmente tudo o que ocorre em "Extermínio" é uma grata surpresa, não esperava ver o que vi, acreditava que se tratava de mais um filme de zumbí, mas não, é definitivamente o melhor deles que houve nesta década, o filme não perde tempo nos mostrando sangue e mais sangue, tiros e perseguições descenessárias, Danny Boyle inova, cria um ambiente apocalíptico, mas se prende mais nos personagens e isso é o que houve de melhor, em como os personagens vão crescendo na trama, a busca deles por manter a dignidade, e nisso, há momentos emocionantes e diálogos memoráveis. Um filme marcante, uma obra fantástica, terror indie de poucos recursos, mas com idéias geniais, um dos melhores momentos de Danny Boyle nos cinemas.



02º. O Nevoeiro (The Mist, 2007)
de Frank Darabont/ EUA


Uma forte tempestade cai sobre uma cidade, fazendo com que David (Thomas Jane) decida fazer compras num mercado para deixar de estoque, levando seu pequeno filho consigo. Entretanto, muitas pessoas tiveram a mesma idéia, todos amendrontados com o ocorrido, até que surge um indivíduo sangrando e aterrorizado dizendo para fecharem as portas pois havia algo de errado do lado de fora, não demorando muito para alguns homens, inclusive David descobrirem que se tratava de uma enorme criatura capaz de matar, eles tentam convenser as pessoas de que se havia algo inimaginável, porém os moradores acabam que tomando atitudes extremas, e o medo e a insegurança os leva até o limite, vão perdendo aos poucos a humanismo, vão se degradando, e provam que o maior perigo estava dentro e não mais fora do mercado. "O Nevoeiro" fora baseado na obra de Stephen King e mostra não só uma das melhores adaptações vindas de um livro do autor, como um dos melhores terror desta década, é simplesmente genial, Frank Darabont soube criar um bom suspense, nos prende a atenção, o filme é tenso, e no fim nos surpreende com seu final denso e ousado, como poucos filmes ousaram chegar. Maravilhoso, bem feito, personagens muito bem escritos e atuações convincentes. Uma obra memorável.



1º. Os Outros (The Others, 2001)
de Alejandro Amenábar/ Espanha, França, EUA

Enfim, o primeiro lugar! Não podia ser outro, todos que estão na lista são incríveis, mas este vai além. "Os Outros" foi o único, acredito eu, que soube utilizar do há de melhor no terror, nos amedronta de verdade, sentimos medo, levamos sustos, há toda uma elaboração de um clima denso, pesado, sentimos medo de pequenos detalhes, como o andar de uma personagem, um olhar, o cenário também ajuda bastante para o clima, além da iluminação, trilha sonora e até mesmo da maquiagem, ao mesmo tempo em que se utiliza desses bons recursos, ele nos envolve numa trama inteligente e que nos faz pensar, não é entretenimento barato. Em outras palavras, um filme completo.

Conhecemos Grace que vivia num casarão com seus dois filhos na época da 2ª Guerra Mundial, certa dia acorda como se despertasse de um terrível pesadelo, é então que recebe a visita de três estranhos e logo ela se recorda serem os novos empregados da casa, porém, a vida naquele lugar havia regras: não poderiam abrir as cortinas devido a alergia de seus filhos a luz e não poderiam sair de um cômodo sem antes trancar as portas. Neste mesmo lugar, Anne, a filha de Grace passa a conversar com seres que só ela era capaz de ver, causando medo na família, e a partir de estranhos acontecimentos, eles passam a ter a certeza de aquela casa estava sendo habitada por outras pessoas.

Genial, uma história inteligente, que nos prende, nos envolve, há um verdadeiro terror, vi várias vezes e até hoje sinto medo, mesmo já sabendo de seu final, e a cada vez vejo algum detalhe que havia perdido. Nicole Kidman está fantástica, sem sua incrível performance o filme não alcançaria a perfeição, além dos coadjuvantes muito bem cena, inclusive dos pequenos atores. Tudo funciona bem em "Os Outros", trabalho de gênio. Uma obra marcante, cheia de boas cenas e um final surpreendente, talvez, um dos melhores desta década. Enfim, vale a pena ser conferido, pois ao meu ver, é o terror da década, em seu melhor estilo, o obra que marca o gênero nesses últimos 10 anos!

[Os Melhores da Década - Comédia Romântica]
[Os Melhores da Década - Comédia]

14 comentários:

  1. O primeiro lugar foi merecido. Os Outros é perturbador e com um final mega surpreendente.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a lista!!!!

    ResponderExcluir
  3. ótima lista, vou baixar alguns que não vi e vou deixar uma dica: A Chave Mestra (adaptação de um livro da autora de O Chamado). Mereceria bem o quinto lugar ;)

    ResponderExcluir
  4. Valeu a todos os comentários...
    e realmente "A Chave Mestra" é um outro filme mto bom, esteve presente na pré-seleção, mas acabou ficando de fora.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente cara, essa foi a melhor lista de filmes de terror atuais que há na internet. Nenhum filme fútil ou sem conteúdo.
    Porém, senti falta de alguns, citarei só os melhores, caso você queira prolongar a lista ou para quando fizer uma nova. Fica a Dica aos visitantes do site, todos estes filmes são altamente recomendáveis:

    1- Terror em Silent Hill (2006) É o melhor filme de terror baseado em games atualmente. Conseguiu unir um pouco de cada jogo e fazer o filme, sem perder o roteiro e apelar demais (como Resident Evil, que virou super ficção e nada do jogo). É um filme super bem feito, especialmente os gráficos, não tão "tops" para a época

    2- 30 Dias de Noite -> Melhor de Vampiros do Século 21 por enquanto (na minha humilde opinião). Nada de romance, bondade ou humanidade. São vampiros como realmente devem ser, à moda antiga. Não é tãããão bom assim mas vale a pena ser assistido

    3- Martyrs (Esse eu tenho quase certeza que você não assistiu). É um filme de terror que adentra a psicologia, nos fazendo refletir sobre temas polêmicos como sofrimento, altruísmo, vingança e vida após a morte. Um dos melhores, deixa vários filmes americanos e japoneses no chinelo (é um filme francês). As pessoas que não gostam geralmente alegam que o filme é de violência gratuita (o que não é, pois tudo tem um sentido, coisa que falta a filmes como The Texas Chainsaw Massacre) ou que não tem dublado (realmente não tem, mas é muito bom

    4- A Última Casa á Esquerda -> Para quem gosta de Violência Gratuita

    5- Caso 39 -> Tipo A Órfã, legalzinho

    6- Abismo do Medo -> Nada especial, na maioria das cenas apenas tenta enojar os espectadores mas é válido por mostrar as mulheres como algo mais do que objetos sexuais, típicos de grande parte dos filmes de terror estadunidenses

    7- Arraste-me para o Inferno-> Filme um tanto previsível e BEM exagerado. O considero bom por o Sam Raimi brincar com o tema da morte iminente e transformar em um terror-comédia, que faz o filme não ser cansativo e agradável

    8- Deixa Ela Entrar (sueco)/ Deixe-me Entrar (EUA) Um é remake do outro, mas sugiro que assistam ao americano (remake). Não é terror, mas é classificado como xD. Um filme que mostra uma boa estória de amizade e bullying (já sabem o que passar no seu trabalho da escola kk) e no final o mal vence

    9- Demônio -> O Clássico do Suspense. É um filme bem comercial, o que não o impede de ser contagiante e surpreendente

    10 - O Colecionador de Corpos -> Um bom filme de psicopatas, embora não tenha muito sentido. À espera do segundo filme para ver se algo melhora

    11- O Olho do Mal -> Um filme muito bem feito remakezado do japonês The Eye. Não chega a ser tão bom quanto o japonês mas merece nossa atenção

    Ufa, esses são os melhores na minha humilde opinião, não necessariamente nessa ordem. Bom Divertimento!

    ResponderExcluir
  6. Uuuuooool!! Valeu Dener, pelo comentário! Q bom q curtiu a lista q fiz, fico feliz!!

    Qnto a esses filmes q vc citou, nem todos eu vi! Confesso que vi a minoria, aliás. Este Martyrs já haviam me recomendado, mas até hoje não vi, foi bom ter me lembrado!! A Ultima Cada a Esquerda eu acabei vendo despois de ter feito a lista, não acho q entraria nos melhores, mas ainda assim foi um terror que me surpreendeu.

    Tanto o item 1,2 e 9, sempre tive curiosidade para ver, agora vc me incentivou mais! E os itens 6,7 e 8 realmente são ótimos, entraram na "pré-seleção", mas como tinha decidido só fazer 15 filmes, eles acabaram ficando de fora, mas acho super válido vc ter citado.

    Adorei sua lista, com certeza, acrescentou minha postagem! Mto obrigado...espero encontrar outras por aqui!

    ResponderExcluir
  7. Cara, a sua lista é incrível!! Realmente não gostei de A VILA, me decepcionou, talvez eu não tenha entendido mesmo a proposta do filme, mas aceito sua opinião. São tantos filmes, que é difícil mesmo fazer uma lista. Outros filmes não podem ser esquecidos... um filme sensacional é A MÃO DO DIABO(2001), que seu título original é exatamente o contrário. Esse filme beira à perfeição, ótimas atuações!!! Bom ano novo e que venham outros filmes como esses!! Luis Fernando Silva Gonçalves.

    ResponderExcluir
  8. Opa! Valeu Luis, pelo comentário! E q bom q curtiu a lista!

    Entendo muito bem sua opinião sobre A Vila tbm, até pq sei q fui uma das poucas pessoas q realmente gostou deste filme, já vi mtos criticarem.

    E valeu pela dica...realmente não conhecia "A Mão do Diabo", mas dei uma pesquisada e me pareceu interessante!

    ResponderExcluir
  9. Eae amigo gostei bastante da sua lista, mais gostaria de te fazer uma sugestão. Assista "O despertar" e "Triângulo do medo", ambos estão disponíveis completos no youtube. São filmes infelizmente muito pouco conhecidos. Não pesquise nada em relação a esses filmes, por que as histórias são bem surpreendentes, e qualquer informação pode virar um spoiller principalmente em relação a o triângulo do medo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, q bom q gostou da lista! "O Despertar" já conhecia, por nome e por trailer, não me interessei mto, mas agora q alguém me indicou posso arriscar! E "triângulo do medo" não conhecia, valeu pela dica, vou ver s assisto esse!

      Excluir
  10. A maioria desses filmes já vi, mas nessa lista senti falta de "A ilha do Medo" que na minha opinião deveria estar entre os cinco primeiros, mas de forma geral, é uma boa lista... :)

    ResponderExcluir
  11. Um filme digno porém não está na lista tbm é Uma Chamada Perdida !!! digno de segundo ou terceiro lugar !!!

    ResponderExcluir
  12. ''A MORTE DO DEMONIO'' , UM BOM FILME DE TERROR

    ResponderExcluir
  13. Ótima lista. Só tiraria daí "Na companhia do medo", pois é um filme bobo, clichê e mal feito. Os outros da lista são ótimos, mesmo. Parabéns!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário #NuncaTePediNada